Acordes de violão
Shares

Como usar o Cifraclub para aprender acordes de violão

logo-cifra-club

O Cifraclub, maior site de cifras brasileiro, está na internet desde maio de 2000 e, de lá para cá vem adicionando cada vez mais ferramentas ao usuário. À primeira vista, para um leigo, pode até parecer algo bem “inocente”… Uns vídeos, ranking de músicas e artistas, e mais uns badulaques.

Porém, por trás dessa aparência inocente, há uma verdadeira máquina, que dá um trabalho lascado, acredite. São milhões de visitantes “fuçando” pra cá e pra lá, consultando principalmente cifras, creio eu, adicionando, modificando, vídeos sendo executados juntamente com as cifras, rolagem das letras, trocas de tonalidade… Isso tudo exige, além de mão de obra, um servidor “parrudo”.

E tudo isso… “de grátis” ainda por cima. Portanto, sempre que for usar o Cifraclub, lembre-se: tem um bocado de suor por trás daquilo tudo.

Mas o assunto aqui é aprender. Se você costuma entrar no Cifraclub para aprender os acordes das músicas de sua preferência, saiba que você pode encontrar uma utilidade talvez pouco explorada por ali. Além de aprender os acordes da sua música, você pode aprender mais ainda de… acordes. Com a mesma música.

Antes de entrar no assunto, acredito que muitos sabem, mas vale a pena mencionar… A melhor maneira de encontrar uma música no site é a busca. Você pode buscar por nome do artista e nome da música. Mas pode também digitar um trecho da letra. Veja na imagem abaixo… Eu digitei “chore por mim liga”, parte da letra da música “Pense em mim”, de Leandro e Leonardo. Veja que a música apareceu duas vezes nas sugestões. O sistema funciona basicamente como um site de buscas, como o Google. Como existem muitas músicas (principalmente brasileiras) cujo título é quase uma incógnita, o sistema de busca ajuda muito mesmo.

imagem busca cifraclub

Como aprender (mais) acordes no Cifraclub

Você, é claro, já sabe que é possível mudar a tonalidade da música. Se não sabe, veja a imagem abaixo:

imagem site cifraclub
Veja ali do lado esquerdo [ –  1/2 tom + ]. Muito simples… você vai mudando a tonalidade de meio em meio tom para mais ou para menos.

Aí é que entra o “Como aprender acordes” do qual estou falando.

Normalmente, o que se faz é mudar a tonalidade se necessário e sair pro abraço, certo? É claro… tocar a música. Ou aprender a tocar a música.

Mas veja só que ótima oportunidade para aprender um pouco mais. Ou melhor… muito mais.

Digamos que você já tenha treinado a música e esteja prontinho para a próxima. Ou para sair fora do site e fazer outra coisa. Pois com um pouco de boa vontade e paciência, sem mudar de música você pode trocar a tonalidade e tocar com os novos acordes.

Para este artigo, escolhi a música Pense em mim, de Leandro e Leonardo por ser uma música simples, de apenas 4 acordes, que vem bem a calhar para quem está passando ou já está no nível intermediário.

Veja agora o que você estaria (ou estará, não é?) treinando caso aceitasse minha sugestão:

Acordes da música Pense em mim (As imagens são do próprio Cifraclub)

Na tonalidade C

Acordes C, Am, F, G7

 

 

 

Na tonalidade C#

Acordes C#, A#m, F#, G#

 

 

 

Na tonalidade D

Acordes G, A7, Bm, D

 

 

 

Na tonalidade D#

Acordes G#, A#7, Cm, D#

 

 

 

Na tonalidade E

Acordes A, B7, C#m, E

 

 

 

Na tonalidade F

Acordes A#, C7, Dm, F

 

 

 

Na tonalidade F#

Acordes B, C#7, D#m, F#

 

 

 

Na tonalidade G

Acordes C, D7, Em, G

 

 

 

Na tonalidade G#

Acordes C#, D#7, Fm, G#

 

 

 

Na tonalidade A

Acordes D, E7, F#m, A

 

 

 

Na tonalidade A#

Acordes D#, F7, Gm, A#

 

 

 

Na tonalidade B

Acordes E, F#7, G#m, B

 

 

 

Trocando os formatos dos acordes

E aqui vai ainda mais uma dica… Você pode trocar os formatos nos diagramas dos acordes, no próprio site do Cifraclub. Basta manter o mouse em cima do diagrama de um acorde, e você verá aparecer “variar acorde” na parte de baixo do diagrama. Clique ali e verá as variações. São inúmeros formatos diferentes para todos os acordes.

Aproveite também esta funcionalidade para aprender mais e mais. Toque a sequência com variações diferentes para um ou mais acordes.

Minha sugestão de estudo dos acordes

  • Primeiro treine a música na tonalidade original, sem cantar, acompanhando o vídeo que fica ao lado dos acordes.
  • Depois treine cantando. Se for necessário, altere a tonalidade para que fique confortável para a sua voz.

Quando tiver acabado de treinar música em si, na tonalidade adequada à sua voz, chegou a hora de treinar nas outras tonalidades. Neste treino, você não vai cantar. Seria uma tortura cantar a mesma música em doze tons diferentes. Apenas toque os acordes.

Escolha a primeira tonalidade a ser treinada, e verifique se os acordes lhe agradam. Muitas vezes você pode achar acordes que caibam melhor na sequência, que fiquem na mesma parte do braço do violão, etc.

  • Treine esta primeira tonalidade na mesma sequência da música e depois tente variar um pouco, mudando a sequência dos acordes. Por exemplo: Original: C, Am, F, G7 mude para C, G7, Am, F. Você pode variar como quiser. Isso lhe dará versatilidade nas trocas de acordes.
  • Faça o mesmo com as demais tonalidades.

É claro que treinar tudo isso leva tempo. Mas – evidentemente – você não precisa e nem deve fazer tudo de uma só vez. O site não vai fugir… Treine um pouco por dia, no mínimo meia hora e no máximo 3 horas (Se você aguentar… eu sei que é dureza…). Não force a barra.

Ah, sim… Não fique numa música só. Pegue outras músicas e vá fazendo a mesma coisa. Isso pode ajudar você a não ficar entediado. Na mesma sessão de treinamento você pode treinar, por exemplo, três tonalidades de uma música e três de outra.

O que você ganha com isso

Muito, acredite. Não fique pensando muito no porque. Apenas faça. Torne isso uma rotina e verá que em pouco tempo não haverá sequência de acordes que seja segredo para você. Mudança de acorde será uma brisa, em pouco tempo. Eu garanto que pelo menos meia hora por dia de um treino assim lhe dará grande versatilidade e agilidade em mudança de acordes,

Além disso, você estará treinando, na prática, não apenas 12 tonalidades, e sim… 24 tonalidades. Pelo simples motivo de que para cada tonalidade maior (como as mostradas no exemplo), existe uma tonalidade menor relativa, que usa os mesmos acordes. Veja o exemplo abaixo:

Acordes da tonalidade C (Campo harmônico) = C, Dm, Em, F, G, Am, Bdim

Acordes da tonalidade Am (relativa de C) = Am, Bdim, C, Dm, Em, F, G

Evidentemente as sequências de acordes utilizadas na tonalidade maior seriam diferentes na tonalidade menor, mas de qualquer maneira, os acordes são os mesmos.

Por exemplo, numa música na tonalidade Am, poderíamos ter uma sequência: Am, F, G7, C… Acendeu a luz aí? Pois então… os mesmos acordes usados na música Pense em mim, na tonalidade C.

 

Uso de capotraste

Aí está outra funcionalidade do Cifraclub. Num piscar de olhos você transporta a tonalidade para tocar com capotraste. E acaba encontrando uma sonoridade diferente para a música.

Por exemplo, suponhamos que você queira tocar a música na tonalidade G#, mas com os acordes da tonalidade G. Basta clicar em “Capotraste” no menú ao lado esquerdo da letra, e escolher casa 1. Veja o vídeo abaixo:

 

Se você ainda não compreende bem o uso de capotraste, clique aqui para saber mais. O capotraste aumenta as notas e acordes em meio tom (como no exemplo) para cada casa. Em nosso exemplo, o capotraste foi colocado na casa 1, aumentando qualquer acorde que seja feito em meio tom. Se colocarmos o capotraste na casa 2, todos os acordes seriam aumentados em 1 tom. Aí teríamos, ao invés de G#, um A. E assim por diante.

Dicionário de acordes

Mais uma… o dicionário de acordes do Cifraclub é outra grande oportunidade para aprender… acordes, é claro. De violão, é claro. Ou guitarra. Aqui só vai uma ressalva: o Cifraclub poderia melhorar ainda mais a experiência do usuário inserindo as notas que formam cada acorde no próprio diagrama, como na imagem abaixo:

06 D

 

Na parte inferior do diagrama à esquerda, você pode ver as notas: D, A e F#, que são as três notas que formam o acorde D.

 

 

Correção… As notas não parecem fixas no diagrama, mas passando o mouse sobre as bolinhas cada nota é indicada.

 

Se o pessoal do Cifraclub me der a honra de ler este artigo, talvez possa pensar em implementar mais esta utilidade, fixando as notas no diagrama. Só não digam aos engenheiros de programação que fui eu quem dei a idéia, hehehe! Eles vão querer me estrangular…

 

Mas vamos ao dicionário de acordes… Veja o vídeo abaixo:

 

Depois de ver o vídeo não ficou muito para explicar, não é? Mas vamos lá…

No dicionário de acordes, você tem a opção de digitar o nome do acorde e clicar em “buscar acorde”. Vão aparecer todos os formatos disponíveis para o acorde escolhido.

A outra opção, que eu acho muito interessante, é você mesmo clicar no diagrama do violão e formar o acorde. Se você prestar atenção, isso, em si só, já é uma aula. E você pode descobrir acordes dos quais jamais desconfiou…

Como eu disse, as notas que formam o acorde não aparecem nos diagramas, mas neste caso aí, pelo menos aparecem acima dos diagramas, repare. No meu vídeo, eu formei o acorde C, e aparecem ali as notas, C, E e G. Uma ótima aula para estudar formação de acordes.

Repare também no vídeo, que há opções para mostrar também os acordes no cavaco e teclado. E mais… Se você for canhoto, sem problema… Basta clicar em “canhoto”e pronto. Os acordes já saem invertidos. É bom demais, não? Uma boa sacada do Cifraclub… canhoto às vezes sofre…

Existem outras funcionalidades no site Cifraclub, como metrônomo, afinador e outras. Além disso, são disponibilizadas aulas também. Mas por enquanto acho que já deu pra encher a sua agenda de estudo aí, não foi? O resto fica para uma próxima.

O que você achou da idéia? Talvez você tenha pensado em algo que eu não pensei, para usar melhor o site Cifraclub… compartilhe nos comentários!

Share Button

Leave a Comment:

Add Your Reply