Acordes de violão
Shares

Como interpretar tablaturas para violão

Tipos de violão - cutaway

Se você, como a maioria de nós mortais, não sabe ler partituras, não está aprendendo violão clássico, nem estudando num conservatório ou coisa que o valha, provavelmente já fez amizade com tablaturas. Se não fez, algum dia fará.

As tablaturas são uma espécie de substituto para partituras. É claro que não substituem as partituras em sua totalidade, mas quebram um bom galho.

Tablaturas para violão

Na verdade, as tablaturas “para violão” servem tanto para violão como para guitarra. O que pode haver de diferença (que me ocorre agora), são os bends, muito usados na guitarra, mas nem tanto no violão. É possível fazer um ou outro bend no violão, mas o instrumento não tem a mesma flexibilidade da guitarra para esta tarefa.

Basicamente, a tablatura mostra as seis cordas do violão, com números em sequencia sobre elas. Assim:

E|—————————————————–            Corda 1
B|—————————————————–            Corda 2
G|———————————–2—–4—–5—–         Corda 3
D|—————–2—–3—–5———————–         Corda 4
A|—–3—–5—————————————–          Corda 5
E|—————————————————–           Corda 6

Esta tablatura representa uma escala de C (dó maior). Repare que somente três cordas estão sendo utilizadas: A, D e G (5, 4, 3). Os números sobre as cordas mostram qual casa do violão deve ser tocada. A execução então se processa da esquerda p0ara a direita, de cima para baixo. No caso acima, você iniciaria na corda 5, casa 3. Depois tocaria corda 5, casa 5. Em seguida, corda 4 casa 2. E assim por diante.

O que a tablatura não faz, diferentemente de uma partitura, é mostrar o andamento da música, o compasso, pausas, etc. Por isso o uso mais comum de uma tablatura é para realizar um solo, por exemplo, de uma música já conhecida. Um introdução, um lick ou riff também. Alguma boa alma vai lá, “tira” o solo de ouvido e passa para uma tablatura. Da mesma maneira que se faz com acordes.

As tablaturas para violão são muito úteis para estudar escalas. Uma vez que você se acostume com tablaturas, estudar escalas fica muito mais fácil. Mesmo porque, no estudo de escalas, quem determina a velocidade é você, dependendo do seu nível. Você – é claro – começa devagar e vai aumentando a velocidade conforme sente o progresso em suas mãos.

Começando a usar tablaturas para violão

Caso você não tenha ainda usado tablaturas, a coisa mais importante é… paciência. Algumas pessoas, ao ver pela primeira vez uma tablatura, sentem apenas vontade de nunca mais ver aquilo. É verdade, aconteceu comigo. Olhei, toquei duas notinhas e larguei. Não tive a paciência necessária para aprender primeiro e depois tocar. É claro que mais tarde me arrependi, voltei lá, fiz o dever de casa e aprendi.

Por isso, tenha calma. Pegue uma tablatura fácil, como a mostrada acima, para começar. Planeje o que vai fazer antes de querer tocar. Posicione sua mão na escala do violão corretamente. Abaixo coloquei a mesma tablatura dada acima, com a dica dos dedos a serem usados, em vermelho, abaixo da tablatura. Na mão direita, para tocar as cordas, utilize os dedos indicador e médio (1 e 2). Ou palheta, sendo uma palhetada para cima, outra para baixo.

E|—————————————————–            Corda 1
B|—————————————————–           Corda 2
G|———————————–2—–4—–5—–         Corda 3
D|—————–2—–3—–5———————–         Corda 4
A|—–3—–5—————————————–          Corda 5
E|—————————————————–           Corda 6

   2        4       1        2        4      1         3        4

 

Share Button

Comments are closed