Shares

Cifras de violão – o que são e como ler

Cifras de violãoQuem começa a tocar violão logo se depara com as tais cifras de violão. Saiba como ler e entender as cifras. Conheça o Ebook Diagramas de acordes.

Na verdade, as cifras servem não só para violão, como para outros instrumentos.

Ao tocar violão, você pode fazer notas isoladas ou acordes, que são grupos de notas tocadas ao mesmo tempo. Acordes são representados como notas sobrepostas em uma partitura. Mas você não precisa aprender a ler uma partitura para aprender acordes. Basta saber a nomenclatura do acorde e a posição que deve ser feita no violão para obter as notas daquele acorde.

Por exemplo: Acorde de Dó maior. Antes das cifras, representávamos este acorde assim: Dó+ ou apenas Dó (sabendo-se que à falta de qualquer coisa depois do nome, significa que seria maior). Ou talvez Dómaior. Imagine nomes compridos assim sobre as letras das músicas. Toma muito espaço e cria uma confusão danada.

Aí é que entram as cifras, para facilitar tudo isso.

Conheça o Ebook Diagramas de acordes para violão e guitarra, com desenhos de cifras, teoria, dicas e muito mais!

Cifras de violão – saiba como ler e entender

As cifras de violão são tão populares, que há muitos sites especializados em oferecer músicas cifradas. Com requintes como troca de tonalidade, posições diferentes para cada acorde, rolagem automática.

Muito bem. para compreender as cifras, você vai gastar menos de um minuto. Você deve conhecer as sete notas musicais, pois não? Dó, ré, mi, fá, sol, lá, si. As  cifras nada mais são do que a substituição destes nomes por letras. Portanto temos:

C = Dó

D = Ré

E = Mi

F = Fá

G = Sol

A = Lá

B = Si

Então, quando você vê a letra e mais nada, ficou convencionado que seria um acorde maior natural (leia Acordes naturais para violão). C = Dó maior, D = Ré maior, e assim por diante. Quando existir mais alguma coisa após a letra, a primeira coisa que você sabe é que já não é um acorde maior natural. Por exemplo: C7 = Dó com sétima. É um acorde maior, porém com uma sétima (o acorde tem uma nota a mais). Em músicas simples, você vai encontrar, geralmente, os seguintes sinais:

7 – O acorde é maior, com sétima menor. Exemplo = C7

m – O acorde é menor. Exemplo = Cm

m7 – O acorde é menor, com sétima menor. Exemplo = Cm7

# –  O acorde é sustenido (meio tom acima). Exemplo = C#

#7 – O acorde é sustenido, com sétima menor . Exemplo = C#7

#m7 – O acorde é sustenido, menor, com sétima menor. Exemplo = C#m7

b – O acorde é bemol (meio tom abaixo). Exemplo = Ab

b7 – O acorde é bemol, com sétima menor. Exemplo = Ab7

E assim por diante. Uma vez que você compreenda as cifras de violão, fica fácil tocar suas músicas preferidas. Indo um pouco mais adiante, você consegue tocar as músicas que desejar, na tonalidade que necessitar.

Apenas um lembrete. Quando você falar os nomes dos acordes, não usa a letra. Você fala o nome do acorde. Explicando: você lê C7, mas não fala “Cê sete”. Você fala “Dó maior com sétima”.

Consulte o mapa do blog e encontre mais sobre cifras e acordes.

 

 

Comments are closed