Acordes de violão
Shares

E agora… que acorde é este?


Acordes de violão

Quando você está tentando tocar uma música e não consegue achar a cifra, tome o bom e velho “tirar música de ouvido”, é ou não é?

Já falei sobre isto no artigo Como cifrar uma música. Mas aqui vão mais algumas dicas.

Há certas nuances na música que dão a indicação exata do que vai acontecer em seguida. Ou seja, que acorde virá depois daquele.

Vou mencionar um destes “cacoetes” neste artigo. Talvez você já conheça, talvez não. Escute o trecho da música abaixo:

 

Trecho da música Mesmo assim (BG)

Here is the Music Player. You need to installl flash player to show this cool thing!

Há um pedaço bem pequeno de voz no começo. Em seguida vem uma passagem de um acorde para outro, claramente feito pela guitarra.

Nesta música, a mudança foi de F (fá maior) para Dm (ré menor). Porém, você vai encontrar o mesmo tipo de “caída” em muitas músicas. E – é claro – em tonalidades diferentes.

Isto nada mais é do que a mudança de um determinado acorde maior para seu acorde relativo. No caso aí, Dm = relativo de F. Mas poderia ser de G para Em, de C para Am e assim por diante. O que importa é o que, quando você ouve uma mudança deste tipo, pode estar certo. A música está indo de um acorde maior para seu relativo.

Ainda falando do trecho da música acima, as notas tocadas pelo guitarrista na mudança são: F, E, D. Da mesma maneira ocorreria se fosse em outra tonalidade, mas logicamente com outras notas. por exemplo, se a mudança fosse de G para Em, as notas seriam: G, F#, E.

Ouvindo outras músicas

Procure ouvir outras músicas que têm a mesma passagem. Você vai reparar que, quando chega perto da “caída” acontecer, parece evidente que ela vai mesmo acontecer. Há uma espécie de “chamada” na melodia, pedindo o acorde relativo.

Quando você acostuma com a coisa, fica fácil identificar imediatamente o que vai acontecer naquele pedaço da música.

Outros truques em acordes

Há muitos outros truquezinhos e macetes que a gente vai adquirindo com o tempo. Mais adiante espero abordar mais alguns.

Enquanto isso, observe você mesmo. Veja como músicas diferentes têm partes parecidas em seus arranjos. Você  pode colher boas dicas por aí.



Share Button

Comments are closed