Tocando violão popular


Share Button

Acordes de violão - classic guitarCreio que hoje em dia já não se usa muito este termo, “violão popular”. Pra dizer a verdade, nem a palavra “popular” é muito usada. Creio que a culpada é a MPB.

É claro que isto é uma brincadeira. Os amantes de MPB que me desculpem, porém hão de convir comigo: chamar este tipo de música de popular parece gozação. MEB acho que pegava melhor. Música elitista brasileira. Porque popular mesmo é samba, forró, sertanejo.

Ih, rapaz… já fugi do assunto. Vamos lá… o negócio aqui é violão. Popular, do povão. Assim foi chamado para caracterizar o violão tocado apenas para acompanhamento. Ou seja, quando você aprende ou está tocando violão popular, está fazendo acordes para acompanhar uma determinada música. A expressão, portanto, diferenciou de forma clara esta maneira de tocar violão do violão clássico.

Se você está aprendendo violão desta maneira, com os acordes, ritmos e dedilhados, não fique com a impressão de que está tocando um estilo inferior, simplificado de violão. Creio que a separação entre popular e clássico, está somente no nome.

Calma lá que eu já explico. Quando você faz um acorde, utiliza notas musicais, que se encontram na escala daquela tonalidade em que você está tocando. Este acorde, numa partitura (violão clássico), seria representado pelas notas musicais que o compõe, juntas, alinhadas verticalmente, conforme a figura abaixo.

acordes de violão

Não estou querendo dizer que violão popular e clássico são a mesma coisa, apenas que usam os mesmos elementos. Música é música, uai!


Tocando violão popular com partitura

Você já deve ter visto, ao vivo ou na TV, um cantor sendo acompanhado por uma orquestra, pois não? Então. Todos aqueles músicos têm diante de si uma partitura. Suponhamos que a música fosse bem simples que o violonista tivesse que fazer apenas meia dúzia de acordes. Eles estariam ali, na sua partitura, representados da maneira acima. Com mais um bocado de salamaleques, evidentemente. Pausas e outros bichos. Mas ele estaria tocando os acordes exatamente como você faz ao ler cifras.

E qual é  o meu ponto aqui? Minha preocupação é que você, ao aprender violão (se é este o teu caso), não desvincule uma coisa da outra. Como eu disse acima, música é música. Tocando violão popular, através de cifras ou tablaturas, você está apenas vendo a música representada graficamente de outra maneira.

Fazendo amizade com o clássico

Portanto, procure não evitar ou tratar a partitura como um monstro complicadíssimo. Faça amizade com aquele montão de rabiscos e símbolos. Eles são teus amigos. 

Veja só o que eu encontrei outro dia. Minha primeira apostila de violão, rerere…

Acordes de violão - partitura

Acordes de violão - partitura










Caso você esteja curioso, já esclareço de vez. A coisa ficou por aí mesmo. Não continuei os estudos de violão clássico. é uma pena, mas é a verdade. Parti para o dito violão popular e, confesso, tinha uma preguiça danada de estudar. Resumindo: faça o que eu digo, mas não faça o que eu fiz.

Mesmo que você não se empenhe a fundo em estudar violão clássico, procure pelo menos aprender o básico, as notas do violão na partitura, a formação dos acordes, os compassos. Você só tem a ganhar.

A propósito, a apostila da ilustração é de autoria de Isaías Sávio, concertista uruguaio radicado em São Paulo, falecido em 1977… rapaz! Esta apostila deve valer uma grana!


Não encontrou o que precisava? Sem problema. Entre em contato!

Preencha o formulário abaixo e pergunte o que quiser. É sério. Não seja tímido. Do lado de cá ninguém morde. E você não está se comprometendo com nada. Todas as consultas serão respondidas. Vá em frente e talvez eu possa conseguir exatamente o que você quer. Ah, sim... o preço da consulta? GRÁTIS!

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Quero informações sobre (clique para selecionar):

Sua mensagem

Antes de enviar, por favor preencha o campo abaixo.
captcha

Share Button

Comments are closed.