Acordes de violão
Shares

Música de Sérgio Reis – acordes

Para que você tenha uma idéia de como se pode tocar várias músicas com poucos acordes, resolvi demonstrar isto através desta música de Sérgio Reis, intitulada “Couro de boi”. Além disso, a história contada na canção é muito boa também.

Aproveitando um artigo anterior “três acordes essenciais de violão“, mudei a tonalidade da música para A (lá maior), para que você veja como estes três acordes podem ser amplamente aplicados.

Couro de boi – Sérgio Reis

Introdução: (A D C#m F#m Bm E A)

A                             E                                       A

Para o senhor se mudar, meu pai eu vim lhe pedir

E                                                                       A

Hoje aqui da minha casa, o senhor tem que sair

D                                                                        A

Leve este couro de boi, que eu acabei de curtir

E                                                                         A (A D C#m F#m Bm E A)

Pra lhe servir de coberta, aonde o senhor dormir

A                            E                              A

O pobre velho calado, pegou o couro e saiu

A                          E                               A

Seu neto de oito anos, que aquela cena assistiu

D                                                  A

Correu atrás do avô, seu paletó sacudiu

E                                                         A (A D C#m F#m Bm E A)

Metade daquele couro, chorando ele pediu

O velhinho comovido, pra não ver o neto chorando

Partiu o couro no meio, e pro menino foi dando

O menino chegou em casa, seu pai foi lhe perguntando

Pra que você quer este couro, que o seu avô ia levando

Disse o menino ao pai, um dia vou me casar

O senhor vai ficar velho, e comigo vai morar

Pode ser que aconteça, de nós não se combinar

Esta metade do couro, vou dar pro senhor levar

Os dois últimos versos seguem a mesma estrutura de acordes. Repare que na primeira parte de cada estrofe, são utilizados somente dois acordes: A e E que são os acordes I e V, segundo a escala. Na segunda parte entra o acorde D que é o acorde IV. A sequencia completa então é: I, V, I, V, I, IV, I, V, I (A, E, A, E, A, D, A, E, A).

Você deve estar pensando: “este cara falou em três acordes, mas eu vi uns outros por aí…”. É verdade. Ao longo das estrofes são tocados somente três acordes, porém na introdução e entre as estrofes, há uma sequencia que usa os mesmos três acordes e mais outros três que não são nada mais do que os relativos dos acordes originais.

F#m = relativo de A

C#m = relativo de E

Bm = relativo de D

Saiba mais de acordes relativos neste artigo

Para facilitar a execução desta sequencia, evitando as pestanas, você pode tocar os acordes A e D em suas formações soltas e os demais com as formações abaixo:

Acorde E

Acorde_E.png

Acorde C#m

Acorde_C#m.png

Acorde F#m

Acorde_F#m.png

Acorde Bm

Acorde_Bm.png

Se você já tem prática e quer fazer os acordes com pestana, tudo bem. Se quiser utilizar os das ilustrações acima, lembre-se de tocar apenas nas três primeiras cordas.  Mas não deixe de tentar tocar a introdução. É muito bonita e dá vida à canção.

Esta música “de Sérgio Reis”, na verdade é uma regravação. Foi gravada anteriormente por Tião Carreiro e Pardinho, dupla sertaneja bastante conhecida e querida nos interiores do Brasil. Eu que o diga! Sempre me pediam para tocar algo deles e eu… não sabia. Quase me batiam. como é que um tocador de violão não sabe músicas destes caras? Absurdo! Confesso que até alguns anos atrás eu nem sabia quem eram… fazer o quê? Cresci escutando rock.

Sérgio Reis foi um dos artistas que começaram a abrir o caminho para a expansão da música sertaneja. Hoje são incontáveis cantores e duplas fazendo sucesso neste gênero. Mas há que se reconhecer que a persistência dos artistas do passado, talvez o quadro fosse diferente.

Espero que o artigo tenha esclarecido e ajudado.

Artigos relacionados

Eagles Hotel California

Comments are closed