Acordes de violão
Compartilhe!

Aprenda violão com prazer

Tocando suas músicas preferidas

Quando cismei que aprenderia a tocar violão, confesso que não sabia por onde começar. Hoje há muita informação disponível, muitas formas divertidas de se aprender. Mas nem sempre foi assim.

Há trinta anos atrás, a coisa era bem diferente. Havia pouca informação e – grande novidade – não existia internet. Na verdade, nós – simples mortais – jamais havíamos visto um computador de perto!

VIOLAO CORTADO.JPG

Sobrava então a opção de comprar um método de violão ou entrar numa escola. Os métodos tinham um jeitão meio chato, entediante. As escolas – pelo menos a maioria – andavam por este caminho também. Ensinavam, mas a coisa não era divertida.

Para que você aprenda violão mais rápida e facilmente, é interessante obter prazer com o aprendizado. Se você ficar dois meses treinando a execução perfeita de dois, três acordes ou uma escala, sem nenhum resultado prático, começa o desânimo.

Lembro-me que frequentei um curso, logo no início, e a professora submeteu-me a um tortura. Tentava ensinar-me a tocar samba. Era parte do programa da escola. Se havia um tipo de música que eu não gostava… era samba. Eu escutava James Taylor, Cat Stevens, essas coisas. Resultado: saí do curso.

Tenha sempre isto em mente: para que se aprenda violão com melhor rendimento, é necessário obter satisfação. Comece aprendendo algo que você goste. Um pequeno aviso: se você só gosta de MPB, vai sofrer. Os acordes são terríveis para um principiante. Escolha algo mais simples.

Certa vez uma senhora levou seu filho à escola de violão e pediu ao professor: quero que meu filho aprenda violão para tocar as músicas do Djavan… encostou o pobre professor na parede!

É claro que se pode aprender algumas músicas da MPB de forma simplificada, mas aí, onde é que fica a graça da coisa? O negócio de tocar MPB é justamente fazer mil e quinhentos acordes em três segundos!

Desculpe ter desviado o assunto. Mas faz parte. Mesmo gostando muito de MPB, é melhor aprender primeiro os acordes mais simples e deixar a coisa fluir naturalmente.

Aprenda violão sem stress

Procure suas músicas preferidas nos sites de cifras. Dê uma olhada nos acordes. O ideal para quem está começando é escolher músicas com – no máximo – três ou quatro acordes naturais. É bem fácil identificá-los. Acordes naturais não tem nada após a cifra principal. Você verá algo assim:

D G A

É possível também simplificar o acompanhamento. Às vezes há um acorde com alguma alteração que pode ser substituído pelo acorde natural. Mas tome cuidado. Nem sempre isto é recomendado. Por outro lado, não se acostume a fazer isto. Procure ir aprendendo os acordes com alterações, executando-os gradativamente.

Outra coisa que muitos principiantes não gostam é a tal da pestana, que nada mais é do que atravessar o dedo indicador numa determinada casa do violão, apertando todas as cordas. No começo é difícil mesmo. Um bom truque para ir acostumando, é tocar alguma música que tenha um acorde que possa ser feito com ou sem pestana (o acorde G, por exemplo). Você pode ir alternando ao longo da música, para não acabar “odiando” a pestana.

Outro conselho para que você aprenda violão com prazer: não seja muito rigoroso consigo mesmo. Treinar é muito importante, mas se você pegar muito pesado no início, pode se arrepender. Seja constante no treinamento, mas vá aumentando o tempo gradativamente. Além disso, faça pequenos intervalos quando sentir-se cansado.

Enfim, faça tudo o que estiver ao seu alcance para tornar seu aprendizado em um atividade gostosa, que lhe dê prazer. Ou seja, aprenda violão com empenho, determinação e assiduidade, mas sem pressão, stress e contrariedades.

Artigos possivelmente relacionados:

Como aprender a tocar violão

Três acordes essenciais de violão

Acompanhe-nos no Facebook 

Share Button

Comments are closed