Shares

Como aprender a tocar violão

Como aprender a tocar violão

Métodos existem às pencas por aí. Todos eles têm a sua utilidade, sua forma de ensinar. Alguns prometem demais. E cumprem de menos.

Fica no ar a pergunta: “como aprender a tocar violão”?

Aliás, como aprender a fazer qualquer coisa? Qual seria a melhor maneira? Vamos começar pelo começo.

A princípio, leve em conta o seguinte: as primeiras duas maneiras que existem de se aprender algo, são: aprender certo e aprender errado. Vou contar uma pequena estória, para ilustrar isto.

Quando comecei a aprender a tocar violão, não dei muita bola para escola, método ou coisa assim. O que aconteceu? Eu não tinha informação suficiente sequer para começar.

Aí então, simplesmente comecei a tocar como me vinha na idéia. Uma das coisas que sei agora, é que assim fazendo, simplesmente negligenciava – colocava de lado – as partes que me pareciam difíceis. O resultado? Eu tocava diversos acordes, diversas músicas, mas com os seguintes problemas:

1) Não obedecia o tempo da música.

2) Ignorava os acordes que me pareciam mais difíceis.

3) Não tinha idéia teórica nenhuma.

Isto foi o resultado da pressa em aprender violão. O negócio era tocar, não importava como. O resultado foi um desastre. Anos de atraso. Tivesse eu começado corretamente, teria economizado muito tempo e aprendido mais.

Isto me traz de volta ao assunto central. Como aprender. Como tocar. Escolha você o método que escolher, leve em conta o que vou dizer a seguir.

Quando o pouco é muito

Como você percebeu na minha pequena estória, a pressa é inimiga da perfeição. Ditado antigo, mas válido ainda nos dias de hoje. E mais ainda quando se trata de como tocar um instrumento

Vou fazer aqui uma lista dos itens que considero primordiais para um aprendizado eficaz. Mas antes, vou explicar um pequeno “truque”. Na verdade não é um truque e sim , um método para alcançar objetivos, que aprendi num livro. Funciona para muitas coisas na vida, inclusive aprender a tocar violão.

ESTABELECER OBJETIVOS TANGÍVEIS

Vamos explicar um pouco. Suponhamos que você tenha, no fundo do quintal, um verdadeiro matagal. O mato foi crescendo, crescendo e você ali: “amanhã eu limpo…”. Vai daí que um belo dia você decide que vai acabar com aquilo. Calma, a estória é curta, já voltaremos a “como aprender a tocar…”.

Você acorda cedinho, arma-se de enxada e começa a atacar o mato. Lá para o meio do dia, você está suado, cansado, com dor nos braços, bolhas nas mãos, cheio de picadas de mosquitos e fez o quê? Dez por cento do matagal.

Aí você diz a si mesmo: “não vai dar, não tem jeito, não vou conseguir nunca”. Você fica frustrado. O matagal o derrotou.

Entretanto, se você tivesse estabelecido como objetivo para aquele dia apenas dez por cento do matagal, o que teria acontecido? Você teria atingido o seu objetivo! Mais dez por cento no dia seguinte e assim por diante. Em dez dias… adeus mato!

E o que tem isso a ver com aprender a tocar violão? Tudo a ver! Se você mete na cabeça que dois meses são suficientes para tocar “aquela música” e, ao final deste tempo não conseguiu nem trocar o primeiro acorde, você vai ficar frustrado.

OBJETIVOS PEQUENOS – Divida seus objetivos em pequenas partes e vá atingindo-as uma por uma. Cada fração vencida é uma vitória, e a preparação para a próxima fração. Todas elas juntas terminam no objetivo final consumado!

Por exemplo:

1) Duas semanas – aprender a dominar o ritmo (mão direita)

2) Quatro semanas – aprender os dois primeiros acordes

3) Seis semanas – aprender a mudar de um acorde para outro sem parar de tocar

E assim por diante. Se você perceber que estabeleceu um tempo muito curto para cada etapa, refaça os planos. Jamais considere um objetivo como “muito pequeno”. Não force a barra.

Muito bem, isto colocado (e espero que você leve a sério), vamos aos itens que considero importantes para aprender a tocar violão.

1) Ter um violão em casa – Você pode achar que estou brincando, mas é sério. Já vi muita gente dizer que havia entrado num curso de violão e não tinha violão em casa, para treinar! Não faça isso. Aprender violão é assim: 10% aula, 90% treino. Ponto final. Compre um violão, nem que seja usado. Sem treino, nada de aprender, nada de tocar.

2) Violão afinado – Jamais treine com o violão desafinado. Ou seja, aprenda a afinar o violão antes de aprender qualquer outra coisa. Com o violão afinado, seu ouvido vai se acostumando com o som correto, das notas e acordes.

3) Treine diariamente – Estabeleça um tempo de treino diário. Não há padrão para isto, vai depender de você. Mas é melhor começar devagar (lembre-se do tópico objetivos pequenos). Por exemplo, quinze minutos por dia durante um mês e depois aumentando. Meia hora, e assim por diante.

4) Metrônomo – Treine tocando no tempo. Não toque de qualquer jeito. Há muitos recursos hoje em dia, até metrônomo online, bateria eletrônica, coisas assim. Assim você vai acostumando seu ouvido e a mão direita.

5) Obedeça as etapas – Escolha um bom professor ou um bom método e não “queime” etapas que deve aprender. Você pode encontrar, no meio do caminho, algo que considere “não tão importante”. Que pode lhe fazer falta mais adiante. É como levantar uma parede. Um tijolo a menos e…

6) Leve-se a sério – Aprender a tocar violão não é um parque de diversões, em que você brinca na hora que quiser, escolhe o brinquedo que lhe der na telha. Leve a coisa a sério. Faça um compromisso e cumpra-o.

7) Não exagere – Não seja obsessivo. Só porque você é louco por violão, não faça disso uma obsessão. Ficar trancado em seu quarto cinco dias treinando não vai fazer você aprender mais. Vai deixar você pirado! Pegue firme, mas sem exagerar.

8) Pesquise – A internet está todinha aí, à sua disposição. Mantenha-se aberto para tudo que possa ajudá-lo. Mas lembre-se que nem tudo o ajuda, seja seletivo.

9) Tenha opinião – Não deixe que pessimistas e derrotistas o coloquem pra baixo. Sempre tem aqueles: “você não vai aprender nunca”, ou “isso é muito difícil”. Ouça-os com educação, dê-lhes um até logo e siga em frente.

10) Comece simples – É melhor tocar uma música de três acordes simples direito do que ficar apanhando feito louco de uma música complicada. Dê tempo ao tempo.

11) Lembre-se – Aqueles caras da TV, do Youtube, que “tocam violão pra caramba”, um dia estiveram bem aí onde você está. Na estaca zero. Não nasceram sabendo e não são mais ou menos do que você. Se eles aprenderam, você também pode!

Enfim, seu aprendizado pode ser prazeroso ou pode ser um tormento. Depende de você. Assimilando o comportamento acima mencionado, tenho certeza de que você pode aprender a tocar violão como gente grande!

voltar para a página principal

Comments are closed